Igreja de São Pantaleão

Selected for Google Maps and Google Earth

Comments (4)

Gildazio Fernandes on July 27, 2008

Bela foto Maranhense! Saudações de Minas Gerais.

Marcos.Soares on July 27, 2008

Obrigado, Gildazio Terça-feira(29/7), volto com mais fotos de igrejas e casarões históricos de São Luís. Abraço

WILLIAM FOLIAO on March 25, 2009

Essa é nossa amada, querida e secular igreja de São Pantaleão, uma das primeiras e mais belas de São Luís do Maranhão. Imponente, encontra-se no segundo ponto mais alto da ilha de São Luís. Sua edificação presenciou a passagem de diversas gerações de briosos filhos da terra da cultura popualr, da letras e do mar encantado. Muito mais que a beleza e o cunho religioso, a importância desse prédio para o coração maranhense é muito grande. Acrescente-se o maravilhoso trabalho eucativo e sociocultural realizado pelos grupos que atuam na paróquia, junto a crianças, adolescentes e adultos. Nessa comunidade maravilhosa da Rua de São Pantaleão, uns 300 metros mais abaixo, na também histórica e romântica Rua Cândido Ribeiro (também conhecida pro Rua da Madre Deus e Rua das Crioulas), nasceu a Família Moraes Corrêa. Com ela, a vitoriosa trajetória do BLOCO OS FOLIÕES, O MAIS BONITO DO BRASIL e novo ponto de cultura e de leitura do país.

PEDRO LEITE on July 14, 2009

Igreja de São Pantaleão - Data de 15/06/1780, quando Pantaleão Rodrigues de Castro e Pedro da Cunha lançaram a pedra fundamental do templo que se propunham construir sob a invocação de São José da Cidade. Treze anos depois (1793), porque a Irmandade da Santa Casa estivesse querendo erigir igreja nova que substituisse a da Misericórdia, que era defronte ao Palácio do Governo e seria demolida, aquele mesmo Pantaleão, já falecido seu companheiro, doou-lhe a que estava construindo e que concluida então, foi solenemente inaugurado a 17/03/1817. É de São José, mas o povo sempre a chama de "seu Pantaleão" pelo que acabou sendo de ((São Pantaleão.** Neste templo estão as relíquias da mártir Santa Severa, de cuja imagem, diz o povo, escorre sangue se lhe furam o corpo com um alfinete. E nos fundos, em um nicho que ainda sobrexiste na fachada lateral, olhando a rua de Santa Rita (Almir Nina), funcionava a "roda", onde a maternidade envergonhada depositava, às escondidas, o fruto de seus amores ilícitos. Quase defronte à Igreja, confrontando o atual Hospital Infantil que lhe é pegado, e onde hoje está um Jardim da Infância, era o Cemitério dos Ingleses.

Sign up to comment. Sign in if you already did it.

Photo details

  • Uploaded on May 20, 2008
  • © All Rights Reserved
    by Marcos.Soares
    • Camera: Nokia 1234

Groups