Portugal 1 - Brasil 1 - Venceu a amizade - - Evaristo e Manuel na terra que há mais de sessenta anos espera por seu filho querido aqui nascido, que, para o Brasil partiu e sem a voltar a ver não resistiu

Not selected for Google Earth or Google Maps [?]

Comments (20)

João Monteiro - João… on August 25, 2010

Vida é dura como pedra,

Sem trabalho ela não medra.

             **I**

É verão, Agosto em Portugal,

Inverno no Brasil, em mês igual,

Vem o Evaristo, a praias, a banhos,

É a saudade, chora, deixa seus ranhos.//

Quente está o tempo em Lavos,

Recentes amigos ali se foram juntar,

Sentados na pedra a conversar,

Qual franzinos velhinhos a recordar.//

E o Manuel ouve o Evaristo,

Dizer que quer regressar,

Que está triste como Cristo,

Que para o Brasil quer voltar.//

Lá, deixou sua querida amada,

Não veio consigo a namorada,

De todos os anos da sua vida,

-Volto já; o bilhete também tem ida.//

Sentados em redor de mesa de madeira,

Algum se silenciar não havia maneira,

De estilo Português era a cadeira,

De traça, antiga, de boa madeira.//

Mobília antiga, de família, de Raiz,

Do tempo em que ainda era petiz,

Nostalgia remexe, aparece, silencia,

Vamos embora, amanhã é outro dia.//

        **II**

Bem sentados numa grande pedra,

Bate papo cresce, desenvolve, medra,

Sobre todo o tema, sobre toda a medra,

Que é a evolução dos países em que há crises.//

Um do Porto e outro de Santos,

Que todos os Santos nos valham,

Porque estes dois aqui só marralham;

Que o do Porto valha ao de Santos.//

Fogos, acidentes, crises,

Só conversas; não maldizes,

Incêndios, Verão, fogo, calor,

Que o de Santos valha a este estupor.//

Ele que acode a todo o bate papo,

A este não acode e diz – fogo eu não combato,

Ele que até é um rapaz porreiro,

Mas…, é que ele não é bombeiro.//

E medra a conversa sobre a medra,

Da política, dos políticos e governantes,

Chega, acabou, é política a todos os instantes,

Ponto final, que Deus nos valha…, e o de Santos.//

Chegou o Toninho do Mato Grosso,

Que por acaso é bem fininho,

Sorridente, cumprimenta, duas palavras,

Despedimo-nos num instantinho.//

                **III**

Sentado na pedra todo o mundo está,

Uns adoram Cristo outros Alá,

Costado vergado a trabalhar,

Outros o vergam para rezar.//

Pedra é dura como vida,

Sentado em pedra é uma alegria,

Se for p´ra conversar a divertir,

Para castigo não quero ir.//

Vida é dura como pedra,

Dói bater com o costado nela,

Nunca vivas na corda bamba,

O Brasil é da outra banda.//

Tanto Português para lá foi,

Para construir a sua vida,

Anos e anos lá, muitos ficaram,

Alguns, nunca mais voltaram.//

Vida é dura como pedra,

Sem trabalho ela não medra.

majosilveiro

Silvia Schumacher on August 25, 2010

Meu Deus, que foto maravilhosa!!

Sei quanto esse encontro representa, tanto para um quanto para o outro...

Amigo Evaristo chegou o teu tão esperado dia! Que alegria!

Lembro do teu comentário ansioso...

Pena que a namorada não foi para que pudessem aproveitar mais um pouco sem que o pensamento se tornasse saudoso.

E aí, juntos estão, tu e o meu Amado Amigo João! João, querido, que mente iluminada!

Imagino quantas histórias foram relatadas das diferentes jornadas,

Pois colocaste divinamente bem, em poesia, as horas passadas...

Fico feliz por ti Evaristo e pelo Majosilveiro também!!!

Grande abraço para os dois, YS e LIke Silvia Schuma

lana maria miranda on August 25, 2010

Uaaaaaauuuu!!!! Sem (cem seriam poucas se eu soubesse rimar...) palavras!!!!!

Poemas e foto maravilhosos!!!

Like

Parruco on August 26, 2010

Seja bem vindo a terra que o viu nascer, pois certamente que neste tempo que esteve ausente da Figueira da Foz sempre se lembrou em cada dia ou ano da sua terra do orgulho de ter nascido na Figueira, quantas e quantas vezes nesse imenso Brasil não chorou de saudades? afinal esta no sangue lusitano chorar de saudades pela terra que nos viu nascer. Foi um prazer ter falado com você ter o privilegio de o ouvir em breve estaremos juntos.

       +III+

Quando te vi novamente aqui

não pude resistir por isso voltei

Voltei para relembrar os velhos tempos

Momentos de alegria e de tristeza

Tristeza de ver você partir

e alegria de te reencontrar

Reencontrá-lo depois de tanto tempo

Tanto tempo triste e sozinha

Sozinha pois mais ninguém encontrei

porque só você me faz feliz

Feliz porque você me compreendia

E me amava intensamente

Mas, de repente algo aconteceu

Você foi embora sem me avisar

E agora estou aqui

Nesse lugar de tantas lembranças

Para escrever estas linhas

E se você por acaso

passar por aqui de novo

certamente se lembrará de mim!

Saudade de ti

Saudações desde Vila Chã, Vila do Conde - Portugal

Conquilha on August 26, 2010

Ora, Ora os meus dois amigos. Grande abraço aos dois.

Conquilha

Mauricio F. Pinho on August 29, 2010

Olá Manuel e Evaristo. Que bom esse encontro!! E que belo poema! Um grande abraço aos dois. Mauricio Pinho (de Arouca, Santos e Recife)

João Monteiro - João… on August 29, 2010

Silvia Schuma,

Lana maria,

parruco,

Conquilha,

Mauricio F. Pinho,

Todos os nomes que aqui estão mencionados são já um Divino poema aos anjos, portanto, seria menos importante qualquer poema que escrevesse. Agradeço em nome do amigo Evaristo que está bom e radiante com a atenção que lhe dispensam. Por ele e por mim, envio um (dois) muito obrigado e dois abraços; o do Evaristo e o meu.

Parruco on August 29, 2010

Aproveite ao maximo Manuel e a você Evaristo um grande e forte abraço desde o norte.

Boa semana ao som de Aurora do Mundo esta é para você Evaristo.

Saudações desde Vila Chã, Vila do Conde - Portugal

João Monteiro - João… on August 30, 2010

Parruco [o Evaristo lhe manda esta(http://www.youtube.com/watch?v=4ms8L2AjtcY)]

Com abraço

Parruco on September 5, 2010

Olá majosilveiro, esta musica é o retrato perfeito do quanto eu sinto saudades do Brasil.

Saudações desde Vila Chã, Vila do Conde - Portugal

Beatriz Barreto Tane… on September 14, 2010

Olá!

João Monteiro - João… on September 23, 2010

Estou em falha com todos os amigos; pela amizade que nos dispensam, pelo tanto tempo sem dar notícias, aqui vão dois abraços, o meu e o do Evaristo (lealeal)

/

Silvia Schuma,

Lana maria,

parruco,

Conquilha,

Mauricio F. Pinho

Beatriz Barreto Tane…

/

… e desde a Vila de Lavos

…e desde a Vila de Lavos,/

Partimos de terra em terra,/

Para traz ficou aquela,/

Do Evaristo, seus pais e avós.//

/

Gala, Cova ou S. Pedro,/

O romântico Rio Mondego,/

Com suas salinas e varinas,/

De tão belo lhes tenho apego.//

/

Do alto daquela ponte,/

Linda paisagem p´ra todos nós;/

Adeus maviosa Figueira,/

Adeus Figueira da Foz.//

/

Mira os jardins da belíssima Mira,/

Evaristo, no Brasil não tens isto,/

Que gozo com que ele admira,/

Vai ter saudades disto.//

/

A Toxa logo aparece,/

Com sua feira semanal,/

Tanto aldeão, tanta coisa, tanto doce,/

Parece feira medieval.//

/

Com a viagem umas conversas:/

Países que estão às avessas,/

Mundo que está a afundar,/

Advogo com o Panoramio alertar;/

Não permitam ele findar.//

/

É Agosto e o tempo aquece,/

Dias grandes, noite não aparece,/

Chegamos ao Porto, mas, que beleza,/

No Evaristo, tanta surpresa.//

/

A fome aperta, vamos jantar,/

Vamos dormir, vamos deitar,/

Amanhã há que ir viajar,/

Ao Norte vamos vindimar.//

/

majosilveiro

lana maria miranda on September 23, 2010

È muito bom ve-los aqui novamente...

Um abraço aos dois!

Lana

Silvia Schumacher on September 24, 2010

Olá, Majo, retorno triunfante!! e não podia ser diferente!! Abraços

João Monteiro - João… on September 27, 2010

Lana maria,

*

Silvia Schuma

Que simpatia de senhoras, que palavras tão bonitas. Muito obrigado e, espero-vos para uma visita a Portugal. Abraço

lana maria miranda on September 28, 2010

Muito agradeço seu convite majosilveiro...

Quem sabe um dia....

Silvia e eu combinamos e ...

P'ra Portugal vamos...

(Uau... consegui uma rima)

Abraços!

Lana

ANSTZA on September 30, 2010

Amizade é uma relação fantástica!!!

Parabéns pelo registro.

João Monteiro - João… on October 2, 2010

Muito obrigado Anita pela sua simpatia. Grande abraço para grande amiga.

João Monteiro - João… on October 27, 2010

Olá Lana maria, desculpe porque avancei e não lhe dei qualquer resposta ao seu último comentário. Parabéns pela rima, continue, sempre e, aproveite as doze horas de viagem para escrever mais rimas :) Cumprimentos

João Monteiro - João… on February 15, 2011

Obrigado e, ofereço-vos mais fotos

Thank you and offer you more photos

Ačiū ir jums pasiūlyti daugiau nuotraukų

http://www.portugalepopeiajoaodamestra.blogspot.com/

Sign up to comment. Sign in if you already did it.

João Monteiro - João da mestra
S\u002D Hora . Portugal

Photo details

  • Uploaded on August 24, 2010
  • © All Rights Reserved
    by João Monteiro - João…
    • Camera: SONY DSC-W350
    • Taken on 2010/08/24 18:24:48
    • Exposure: 0.003s (1/320)
    • Focal Length: 4.70mm
    • F/Stop: f/2.700
    • ISO Speed: ISO80
    • Exposure Bias: 0.00 EV
    • No flash

Groups