Panoramio is closing. Learn how to back up your data.

Museu de Arte Contemporânea de Niterói - Projeto de Oscar Niemeyer ©Germano Schüür

No alto do mirante da Boa Viagem, ele é soberano. O Museu de Arte Contemporânea de Niterói impôs-se diante da bela paisagem à sua volta e tornou-se um símbolo da ousadia humana de intervir na natureza de forma harmoniosa. O MAC-Niterói é uma combinação perfeita da genialidade do arquiteto Oscar Niemeyer com os contornos da Baía de Guanabara e a magnitude das obras de arte da Colecção João Sattamini. O Museu de Arte Contemporânea de Niterói começou a ser construído em 1991, no primeiro governo de Jorge Roberto Silveira, quando era presidente da Empresa Municipal de Urbanização e Saneamento - Emusa - José Roberto Mocarzel, e Secretário de Cultura, Italo Campofiorito. Foi concluído na gestão do prefeito João Sampaio, em 2 de Setembro de 1996, sendo Guilherme, presidente da Emusa, e Luiz Antonio de Farias Mello, o Secretário da Cultura. A enorme estrutura tem linhas suaves. Uma escultura, com 16 metros de altura e 50 de diâmetro, o Museu de Arte Contemporânea de Niterói conta com três pavimentos elevados e um subterrâneo. Uma grande rampa externa em betão vermelho conduz o visitante através de curvas livres no espaço às duas entradas distintas dos pavimentos superiores. O primeiro piso é ocupado pela recepção e por toda a área administrativa do MAC-Niterói. O Salão de Exposições - com 1000m² de área - fica no segundo piso, por onde se tem acesso à varanda panorâmica e aos seus 360 graus de céu e mar, emoldurados pelas montanhas da Baía de Guanabara. O mezanino, sobre o salão principal, circunda todo o interior do museu e é compartimentado em seis salas menores. Tanto a varanda panorâmica quanto o mezanino também são reservados a exposições. No subsolo estão localizadas zonas de armazém, uma plataforma elevatória para o transporte de obras de arte para o salão de exposições, as instalações de equipamentos técnicos, o bar, o restaurante e um auditório com capacidade para 60 pessoas, onde são realizadas palestras e conferências.

O MAC-Niterói está plantado numa praça aberta de 2.500m², toda em placas de betão. Fiel às características modernistas, Oscar Niemeyer não deixou que pequenos elementos interferissem na unidade de sua obra. As intervenções no exterior são o espelho d'água, na base do museu, criando a ilusão de ausência de peso, e um relvado separando a praça das escarpas do Mirante da Boa Viagem. Anna Maria Niemeyer foi responsável pelo projecto de decoração e mobilário. O projecto de infraestrutura foi da responsabilidade do Eng. Bruno Contarini. Os projectos de iluminação ambiental e de iluminação monumental foram da autoria de Peter Gasper. Externamente, o museu é iluminado por 36 faróis de avião, imersos no espelho d'água. A luz tangencial, de baixo para cima, causa ao observador a ilusão de que o edifício está suspenso, flutuando sobre o Mirante. Foram utilizadas técnicas de iluminação pública das mais modernas que existem no mundo.

Fonte:http://mega.ist.utl.pt/~dcov/dac/

Show more
Show less
Caxias do Sul \u002D Rio Grande do Sul, República Federativa do Brasil

Photo details

  • Uploaded on February 9, 2007
  • Attribution-Noncommercial-No Derivative Works
    by Germano Schüür
    • Camera: SONY DSC-T7
    • Taken on 2006/04/22 13:08:27
    • Exposure: 0.001s (1/800)
    • Focal Length: 10.65mm
    • F/Stop: f/9.000
    • ISO Speed: ISO200
    • Exposure Bias: -0.90 EV
    • No flash