Panoramio is closing. Learn how to back up your data.

Barcos Rabelo na ribeira de Gaia; ao fundo V.N. Gaia, Ponte da Arrábida e Porto, sob neblina; no céu a gaivota. (amplie)

O Barco Rabelo é uma embarcação portuguesa, típica do Rio Douro que tradicionalmente transportava as pipas de Vinho do Porto do Alto Douro, onde as vinhas se localizam, até Vila Nova de Gaia - Porto, onde o vinho era armazenado e, posteriormente, comercializado e enviado para outros países.

Sendo um barco de rio de montanha, o Rabelo não tem quilha e é de fundo chato, cujo tamanho varia entre 19 e 23 de metros de comprimento e 4,5 metros de boca. A sua construção em tábuas sobrepostas, tábua trincada, é nórdica, em comparação com a do Mediterrâneo.

Com uma vela quadrada, o Rabelo era manejado normalmente por seis ou sete homens. Quanto aos mastros, os primeiros só usavam um, enquanto que os demais usavam também um mastro à proa. Para governo, utiliza um remo longo à popa – a espadela. Quando necessário, os barcos eram puxados a partir de caminhos de sirga por homens ou por juntas de bois.

Com a conclusão, em 1887, da linha de caminho-de-ferro do Douro e o desenvolvimento das comunicações rodoviárias, durante o século XX, o tráfego fluvial assegurado pelos barcos Rabelos entrou em declínio. Atualmente, o transporte do vinho é feito por caminhões pipa especiais. Com uma atividade diferente, os Rabelos são utilizados na famosa regata do São João, quando das festas populares da cidade do Porto, passeios turísticos no rio Douro e outras iniciativas para recordar os seus tempos de glória.

Show more
Show less

Photo details

  • Uploaded on June 16, 2013
  • © All Rights Reserved
    by Rubens Craveiro